5 ANOS DA RENÚNCIA DE BENTO XVI: “GESTO HEROICO DE AMOR À IGREJA”