CF 2018: SEM JUSTIÇA SOCIAL NÃO HAVERÁ SUPERAÇÃO DA VIOLÊNCIA