CARANDIRU: PASTORAL CARCERÁRIA DENUNCIA CUMPLICIDADE DO JUDICIÁRIO

A Pastoral Carcerária Nacional manifestou seu descontentamento com a decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo, que na terça-feira, 27 de setembro, anulou os julgamentos que condenaram 74 policiais militares pelo massacre do Carandiru, ocorrido em 1992. “A decisão do Tribunal paulista apenas escancara essa cumplicidade do Judiciário e o seu ‘rigor’ seletivo na…